Porto do Rio Grande registra crescimento entre janeiro e outubro

FONTE PORTOS E NAVIOS – Matéria publicada em 14 de novembro de 2016

O Porto do Rio Grande comemora em 15 de novembro mais um aniversário de sua estrutura pública, o Porto Novo.

São 101 anos de atividades ininterruptas. A comemoração torna-se dupla quando também registra-se o crescimento na movimentação do complexo portuário. Segundo a superintendência do porto, no total, entre janeiro e outubro, foram movimentadas 33.027.148 toneladas, um aumento de 1,7% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

A Carga Geral e os Graneis Líquidos são os principais responsáveis pelos bons números, com crescimentos respectivos de 19,1% e 12,3%. “A carga geral representa uma gama dos mais variados produtos movimentados sejam no Superporto através dos contêineres ou do Porto Novo. A celulose é um bom exemplo da expansão desse segmento. Com a ampliação da fábrica da Celulose Riograndense em Guaíba estamos triplicando a movimentação do produto em Rio Grande e isso significa geração de emprego e renda”, afirma o diretor-superintendente Janir Branco.

Nos dez meses do ano os principais países a receberem produtos que saíram do Porto do Rio Grande foram: China (9.115.435 toneladas); Irã (873.086 toneladas); Coréia do Sul (768.192 toneladas); Estados Unidos (652.046 toneladas) e; Eslovênia (631.992 toneladas).

Os graneis sólidos são a principal carga do complexo portuário. até outubro passaram pelo porto mais de 20 milhões de toneladas. Os embarques de arroz cresceram 2,1%, cerca de 1,2 milhões de toneladas. O milho, embarque e desembarque, cresceu 150%, mais de 843 mil toneladas. A chegada de cevada ao complexo também teve grande alta, passando de 79 mil para 102 mil toneladas em 2016. Trigo e soja aparecem com decréscimo, respectivamente de menos 23,7% e menos 12,9%.

O ano de 2016 também registra no período aumento do número de embarcações que passaram pelo complexo. Até outubro foram 2.681 viagens de longo curso, navegação interior e cabotagem partindo ou chegando ao complexo.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: