União já arrecadou R$ 4,5 bilhões desde o início da produção em partilha no Brasil

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 15 de julho de 2020

A União já acumula uma arrecadação de R$ 4,5 bilhões em participações governamentais desde o início da produção comercial em regime de partilha no Brasil.

O valor, revelado hoje (15) pela Pré-Sal Petróleo (PPSA), compreende ao período entre novembro de 2017 e maio deste ano.

Do total, cerca de R$ 2,3 bilhões foram arrecadados diretamente pela PPSA, sendo R$ 1,01 bilhão com a comercialização de petróleo e gás e R$ 1,3 bilhão relativo à Equalização de Gastos e Volumes realizadas nos campos de Entorno de Sapinhoá, Sudoeste de Tartaruga Verde e Lula.

A parcela restante, de R$ 2,19 bilhões, foi estimada a partir de valores pagos em royalties, imposto de renda e contribuição social pelas empresas que operam debaixo de contratos de partilha de produção. Os números constam em um estudo inédito elaborado pela área de Planejamento Estratégico da PPSA. Desse montante, R$ 1,33 bilhão foi oriundo de royalties e outros R$ 868 milhões de imposto de renda e contribuição social.

Ainda segundo a estatal, Mero iniciou a produção em novembro de 2017 e até maio de 2020 produziu 27,6 milhões de barris de petróleo. Entorno de Sapinhoá teve seu primeiro óleo em 2018 e até então produziu 5,2 milhões de barris de petróleo e 106 milhões de metros cúbicos de gás. Já em Sudoeste de Tartaruga Verde, que entrou em produção em dezembro de 2018, foram 6,4 milhões de barris de petróleo e 48 milhões de metros cúbicos de gás.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: