PSDB quer mudanças no texto de reforma defendida pelo governo Temer

FONTE JORNAL DO BRASIL – Matéria publicada em 10 de março de 2017

Foto: Reforma da Previdência é prioridade do governo no Congresso. Foto: Agência Câmara

Tucanos defendem alterações na reforma da Previdência

O PSDB prepara um conjunto de propostas para mudanças no texto da reforma da Previdência enviado pelo Executivo ao Congresso.

A legenda está entre os principais aliados do governo Temer, com controle de quatro ministérios.

A reforma é de prioridade do governo do PMDB, e ainda deve ser votada neste semestre. A cúpula do governo tem defendido a medida como essencial para controle das contas públicas e recuperação da economia.

De acordo com reportagem da Folha, a bancada do PSDB deve defender mudanças em pelo menos quatro dos pontos fundamentais da reforma.

O primeiro seria a regra de transição para o novo sistema. O texto do governo prevê que as regras novas valham integralmente para mulheres com menos de 45 anos e homens com menos de 50 anos. A ideia seria propor uma transição mais escalonada.

O trecho que endurece as regras do BPC, benefício assistencial pago a idosos e pessoas com deficiência que têm renda familiar per capita de até 25% do salário mínimo, também receberia uma proposta de alteração.

Os tucanos querem diferenciar ainda as regras da aposentadoria rural —que seriam as mesmas dos trabalhadores urbanos, de acordo com a proposta do governo.

A regra de cálculo do benefício seria outro ponto de atenção dos tucanos. Pelo texto do governo, o benefício integral para quem ganha acima de um mínimo só seria conquistado com 49 anos de contribuição.

O Palácio do Planalto teria encontro marcado entre os ministros Eliseu Padilha e Antonio Imbassahy com e os líderes governistas nas duas Casa, na segunda-feira (13).

A avaliação interna no PSDB, de acordo com o jornal paulista, é que a proposta do governo de Michel Temer é muito rígida e não tem aderência integral em nenhuma bancada, ainda mais a um ano das eleições.

 

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: