No balanço de 2020, Minas e Energia comemora desempenho de Angra 2 e recorde na geração eólica

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 24 de dezembro de 2020

O ano vai chegando ao fim e, definitivamente, os momentos de superação vividos em 2020 serão lembrados para sempre pelas indústrias de óleo, gás e energia.

No balanço de fim de ano do Ministério de Minas e Energia, os destaques ficaram por conta de índices recordes alcançados, apesar de todos as barreiras impostas em um período tão desafiador. O ministro Bento Albuquerque gravou uma mensagem de fim de ano para a indústria e destacou alguns dos principais marcos de 2020, como a operação da usina nuclear Angra 2, que completou um ciclo de geração de energia de 13 meses de forma contínua, com fator de capacidade de 99,43%. Em energias renováveis, a geração eólica conseguiu o recorde de 12.229 MW de geração em outubro, o suficiente para abastecer 32 milhões de pessoas.

Sobre o mercado de óleo e gás, Albuquerque lembrou dos recordes de exportação (1 milhão de barris por dia no mês de abril) e de produção (2,8 milhões de barris por dia em agosto). Ele recordou ainda do recorde de produtividade da Usina Hidrelétrica Itaipu: 1,0881 megawatt médio produzido por metro cúbico de água por segundo. Confira abaixo a mensagem de final de ano do Ministro de Minas e Energia:

https://petronoticias.com.br/no-balanco-de-2020-minas-e-energia-comemora-desempenho-de-angra-2-e-recorde-na-geracao-eolica/

Os comentários estão encerrados.

AllEscort