Trident conclui operação de compra dos polos Pampo e Enchova e pretende dobrar produção dos ativos

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 16 de julho de 2020

A Trident Energy finalizou hoje a compra de dez campos que compõem os Polos Pampo e Enchova, que pertenciam à Petrobrás.

Os ativos estão localizados na Bacia de Campos, no litoral do Rio de Janeiro. A transação foi concluída após o pagamento no valor de US$ 365,4 milhões. O valor se soma a uma primeira parcela, de US$ 53,2 milhões, paga na assinatura dos contratos de venda, totalizando US$ 418,6 milhões.

O valor final foi acertado após o cumprimento de condições precedentes e levando em conta ajustes previstos no contrato. Ainda está previsto um novo pagamento contingente adicional de US$ 650 milhões.

A conclusão da operação foi motivo de comemoração para a direção da Petrobrás. A Gerente Executiva de Gestão de Portfólio da estatal, Ana Paula Saraiva, destacou o impacto positivo da operação para as finanças da companhia. “Em um momento desafiador para a economia mundial e em particular para a indústria de óleo e gás, fechamos uma negociação relevante sob o ponto de vista estratégico e financeiro. O valor vindo da venda vai ajudar a reduzir a dívida da Petrobrás e damos mais um passo na estratégia de focar recursos em águas profundas e ultraprofundas, em especial o pré-sal”, disse Ana Paula.

Pelo lado da Trident, o gerente geral da petroleira no Brasil, Patrick Garo (foto), diz que já há alguns planos definidos para o futuro, o que inclui aumentar em até duas vezes a produção dos campos: “A Trident Energy do Brasil já conta com mais de 100 profissionais e esperamos chegar a mais de mil trabalhando direta ou indiretamente em nossas operações. Nossos planos são de longo prazo e faremos investimentos imediatos para aumentar a produção e proteger os ativos enquanto preparamos as campanhas de perfuração e workover. Com isso, esperamos pelo menos dobrar a produção atual”.

Os dez campos que compõem os dois polos são: Enchova,  Enchova  Oeste,  Marimbá,  Piraúna,  Bicudo,  Bonito, Pampo, Trilha, Linguado e Badejo. A produção total de óleo e gás dos ativos, de abril a junho de 2020, foi de cerca de 22 mil barris de óleo equivalente por dia, através das plataformas PPM-1, PCE-1, P-8 e P-65.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: