TechnipFMC fecha contrato para prover risers rígidos para o FPSO Mero 2

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 20 de agosto de 2020

A TechnipFMC anunciou que fechou um contrato com a Petrobrás para Engenharia, Aquisição, Construção e Instalação (EPCI) para o FPSO Mero 2.

A companhia britânica não especificou o valor do acordo, mas disse que está entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão. O início dos trabalhos da campanha offshore estão programados para começar em 2022.

Segundo a TechnipFMC, o escopo do contrato cobre engenharia, aquisição, construção, instalação e pré-comissionamento de riser rígido interno e flowlines para produção, incluindo os poços para injeção alternada de gás e água. A empresa também vai trabalhar na instalação e pré-comissionamento de linhas flexíveis de serviço e umbilicais tubulares de aço.

Estamos muito satisfeitos por termos conquistado mais um contrato EPCI do Consórcio Libra, que reforça o relacionamento de longa data entre a Petrobras e a TechnipFMC. Ao executar e entregar este novo projeto emblemático, esperamos apoiar a ambição da Petrobras na região do pré-sal e contribuir para o desenvolvimento do Brasil”, comemorou o presidente de subsea da TechnipFMC, Arnaud Pieton. O FPSO Mero 2, que será batizado de Sepetiba, está previsto para entrar em operação no ano de 2023.

 

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: