Petrobrás consegue resultados animadores na área de Júpiter, na Bacia de Santos

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 04 de setembro de 2020

A Petrobrás anunciou na manhã de hoje (4) que concluiu o teste de formação na área do Plano de Avaliação de Descoberta de Júpiter, no pré-sal da Bacia de Santos.

De acordo com a empresa, os resultados foram animadores, já que apontaram para uma excelente produtividade do poço, vazões elevadas e um óleo condensado de altíssimo valor agregado.

Os testes de formação avaliaran os reservatórios carbonáticos do pré-sal no poço internamente chamado Apollonia (3-BRSA-1246-RJS), a 295 km da cidade do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de 2.183 metros. A petroleira ainda disse que pelo fato de apresentar alta razão gás-óleo e elevado teor de CO2, serão necessárias tecnologias inovadoras para a produção comercial.

Algumas amostras de fluido coletadas no teste de Júpiter serão usadas para validação da tecnologia HISEP – High Pressure Separation (separação em alta pressão), desenvolvida e patenteada pela própria Petrobrás. O método consiste na separação e reinjeção nas rochas reservatórios, por meio de equipamentos instalados no fundo do mar, do CO2 existente no petróleo produzido. Atualmente, a tecnologia está em etapa de qualificação. Um piloto será instalado em 2024 pela Petrobrás em outra área para realizar testes mais longos.

Esta inovação tecnológica tem o potencial de viabilizar o projeto piloto de desenvolvimento da produção de Júpiter, bem como outros projetos com fluidos de razão gás-óleo e teor de CO2 elevados, abrindo uma nova fronteira exploratória e de desenvolvimento da produção para oportunidades do portfólio de águas profundas e ultra-profundas da Petrobrás”, comentou a companhia, em comunicado.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: