Um navio sequestrado há cinco anos no Iêmen com 1,1 milhão de barris de petróleo pode se romper a qualquer momento

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 13 de julho de 2020

Um petroleiro abandonado na costa do Iêmen, com 1,1 milhão de barris de petróleo a bordo, está se deteriorando muito rápido e pode se romper a qualquer momento, com resultados desastrosos para a vida marinha do Mar Vermelho.

O alerta vem de especialistas da Organização das Nações Unidas. O FSO Safer, de 45 anos, está ancorado no porto de Hodeida, sob o controle dos rebeldes Houthis, apoiados pelo Irã, que inicialmente bloquearam os esforços das Nações Unidas para enviar uma equipe de especialistas para avaliar a condição da embarcação. Efetivamente uma plataforma de armazenamento flutuante que está praticamente sem manutenção há cinco anos desde o início da guerra no país onde os Houthis tomaram grande parte do norte do governo internacionalmente reconhecido.

No final da noite de ontem (12), foi noticiado que os Houthis concordaram em fornecer acesso ao navio encalhado. Foi enviada uma carta aprovando o envio de uma equipe técnica para o local. O Conselho de Segurança da ONU realizará uma reunião especial quarta-feira (15) para discutir a crise, depois que a água entrou na sala de máquinas da embarcação “o que poderia ter levado a um desastre”, disse a porta-voz da ONU, Stephane Dujarric. “Esperamos que os arranjos logísticos sejam concluídos rapidamente para que esse trabalho possa começar”, disse. O governo do Iêmen, que apelou à ONU para abordar a questão, alertou que o Safer poderia explodir e causar “o maior desastre ambiental regional e globalmente”.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: