Reconhecimento ao trabalho da imprensa

FONTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE – Matéria publicada em 19 de setembro de 2016

Foto: Boto: tema de matéria vencedora. Marcelo Vidal

Série especial sobre as categorias do Prêmio Nacional da Biodiversidade traz detalhes sobre a inscrição de reportagens e artigos jornalísticos.

WALESKA BARBOSA

O Prêmio Nacional da Biodiversidade (PNB) vai reconhecer, na categoria Imprensa, jornalistas e veículos de comunicação que tenham divulgado iniciativas que comprovem a melhoria do estado de conservação da biodiversidade brasileira. Concorrem entre si artigos, reportagens, série de reportagens, fotos, vídeos e criações gráficas, divulgados em jornais, revistas, rádios, TV e sítios jornalísticos. O período de veiculação é de até 24 meses antes da publicação do edital, que foi no dia 28 de junho de 2016.

Com inscrições abertas até 22 de outubro, o PNB é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente, por meio da Secretaria de Biodiversidade e Florestas (SBF/MMA).

Para o diretor de Conservação da Biodiversidade do Ministério, Ugo Vercillo, a ideia de incluir um chamado especifico para a imprensa é valorizar o trabalho que leva até a população informações valiosas sobre o tema, muitas vezes restrito a especialistas. “Sem a imprensa não se sabe que espécie corre o risco de desaparecer e que iniciativas podem ser tomadas para combater esse risco. Sem a imprensa fica mais difícil disseminar informações sobre como cada um de nós pode se comportar para conviver de forma mais amigável com o meio ambiente”, afirma.

A reportagem Boto: Da lenda à ciência, o encanto do príncipe das águas, exibida na TV Amazônia, foi a vencedora da primeira edição do Prêmio, em 2015. A matéria divulga o trabalho de quase 20 anos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, no estudo dos botos cor-de-rosa, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, no Amazonas. Divulga também o trabalho do fisioterapeuta Igor Simões, que propôs aliar técnicas de fisioterapia com a interação com os botos cor-de-rosa, surgindo a bototerapia.

ELEGIBILIDADE

A entrega da premiação acontece no dia 22 de maio de 2017, em evento alusivo ao Dia Internacional da Biodiversidade, em Brasília – DF. Na ocasião, serão anunciadas as iniciativas finalistas e as vencedoras de cada categoria e do prêmio especial “Júri Popular”, agraciadas com troféu e certificado.

O PNB contempla ainda as categorias: Sociedade Civil, Empresas, Iniciativas Comunitárias, Academia, Órgãos Públicos e Ministério do Meio Ambiente.

Todas as iniciativas inscritas serão avaliadas pela Comissão Organizadora quanto à conformidade documental, elegibilidade, qualidade e clareza da proposta.

Cabe à Comissão Julgadora avaliar as iniciativas inscritas, selecionar as finalistas e indicar as vencedoras de cada categoria, de acordo com critérios estabelecidos em edital. São eles:

– Estado de conservação da espécie: melhoria no estado de conservação da espécie, entendida como a manutenção ou mudança para uma categoria de menor risco de extinção;

– Impacto da iniciativa: quanto o resultado da iniciativa gerou benefícios para a biodiversidade além do seu escopo original ou a longo prazo;

– Caráter social: quanto a iniciativa contribui para o envolvimento da sociedade na conservação da biodiversidade;

– Inovação: quanto a iniciativa contribuiu para a geração de novas soluções no âmbito da conservação da biodiversidade.

Para a categoria Imprensa será também avaliado o alcance da reportagem. Em todos os materiais devem estar visíveis o nome do veículo, a data de publicação e, no caso de fotografias, o crédito do autor. Outras informações estão no Anexo 1 do edital, que contém uma ficha específica para a Imprensa.

CRONOGRAMA:

Inscrições: 30 de junho de 2016 a 22 de outubro de 2016
Avaliação: até 18 de abril de 2017
Divulgação dos finalistas: 22 de abril de 2017
Cerimônia de premiação: 22 de maio de 2017

Acesse o Edital (Edital nº 1, de 28 de junho de 2016)

Informações adicionais: 
premionacionaldabiodiversidade@mma.gov.br

Inscrições:

Participe do Prêmio

 

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Prêmio incentiva proteção do mico-leão-preto

Apoio comunitário garante sucesso de projeto

Prêmio motiva guardiões de árvore rara

Valorização do jaborandi atrai parceiros

Premiação atrai novos parceiros para projeto
Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: