Presidente destaca meio ambiente na ONU

FONTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE – Matéria publicada em 20 de setembro de 2016

Foto: Temer na ONU: agenda climática. Beto Barata/PR

Na abertura da Assembleia Geral, em Nova York, Michel Temer fala do empenho brasileiro frente a mudança do clima.

LUCAS TOLENTINO

O presidente Michel Temer defendeu ambição frente à mudança do clima no discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta terça-feira (20/09), em Nova York. Na ocasião, o presidente reiterou, ainda, o compromisso do País com o desenvolvimento sustentável e abordou assuntos como a questão internacional dos refugiados.

Marcada para ocorrer nesta quarta-feira (21/09), a entrega do instrumento de ratificação brasileira do Acordo de Paris sobre mudança do clima foi destacada pelo presidente. “O planeta é um só. Não há plano B. Devemos tomar medidas ambiciosas, sob o princípio das responsabilidades comuns, porém diferenciadas”, declarou Michel Temer.

A entrega da ratificação às Nações Unidas contará com a presença do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, que acompanha o presidente na viagem oficial a Nova York. O ato encerra a validação nacional do Acordo de Paris, tramitada e aprovada em tempo recorde pelo Congresso Nacional.

POTÊNCIA AMBIENTAL

No plenário, o presidente ressaltou o potencial brasileiro em relação à conservação ambiental e ao desenvolvimento de uma economia de baixo carbono. “O Brasil, país mais biodiverso do mundo, detentor de matriz energética das mais limpas, é uma potência ambiental que tem compromisso inequívoco com o meio ambiente”, afirmou o presidente.

As medidas para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), para a implementação da Agenda 2030 e para a inclusão social foram apontadas como fundamentais para o País. “O apoio aos países em desenvolvimento será decisivo para a concretização dos ODS”, declarou Michel Temer. “Em uma palavra, desenvolvimento é dignidade – e a dignidade da pessoa humana é um dos fundamentos do Estado brasileiro, conforme previsto no artigo primeiro da nossa Constituição Federal”, acrescentou.
MATÉRIA RELACIONADA:
Brasil entrega ratificação do Acordo de Paris

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: