IBAMA libera licença de instalação do segundo sistema de produção antecipada de Mero

FPSO PIONEIRO DE LIBRA

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 28 de setembro de 2020

A etapa de desenvolvimento do campo de Mero, dentro da área de Libra, vai entrar em uma nova fase.

A Petrobrás conseguiu a licença ambiental para instalação do segundo Sistema de Produção Antecipada (SPA 2) do ativo, localizado na Bacia de Santos. O documento foi expedido neste mês pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e terá validade de três anos.

Assim como o primeiro SPA de Mero, o novo sistema de produção antecipada da área também será feito com o FPSO Pioneiro de Libra. A embarcação tem capacidade para produzir 50 mil barris de petróleo diários e comprimir e reinjetar 4 milhões de metros cúbicos de gás por dia. O navio é operado pela joint-venture Altera&Ocyan, conhecida anteriormente como TK-Ocyan.

O SPA é uma etapa onde a Petrobrás coleta informações técnicas sobre o comportamento dos reservatórios e escoamento do petróleo nas linhas submarinas, entre outros dados. Todas essas informações ajudarão a estatal na hora de instalar o sistema definitivo de produção, o FPSO Sepetiba (FPSO Mero 2), previsto para entrar em operação em 2023.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: