ANP lança painel dinâmico de Certificações de Biocombustíveis

FONTE TN PETRÓLEO – Matéria publicada em 22 de outubro de 2020

Foto: Cortesia Raízen

A ANP está lançando ontem (21/10) uma forma interativa de visualização dos dados do RenovaBio referentes à Certificação da Produção e à da Importação Eficiente de Biocombustíveis.

O painel dinâmico de Certificações do RenovaBio disponibiliza informações sobre as firmas inspetoras, bem como sobre unidades produtoras de biocombustíveis certificadas no Programa. São também apresentadas informações consolidadas referentes à Nota de Eficiência Energético-Ambiental, à fração do volume de biocombustível elegível e à rota de produção de biocombustível certificada.

É uma ferramenta de análise destinada a empresas, órgãos de governo, universidades, imprensa e à sociedade como um todo, além de estar em sintonia com a Lei nº 13.576, de 2017, que prevê ampla divulgação dos dados do RenovaBio, bem como com a política de transparência adotada pela ANP.

Link para o painel: http://www.anp.gov.br/producao-de-biocombustiveis/renovabio/painel-dinamico-de-certificacoes-de-biocombustiveis-renovabio

Saiba mais sobre o RenovaBio:

  • Firmas inspetoras: organismo credenciado para realizar a Certificação de Biocombustíveis e emitir o Certificado da Produção Eficiente de Biocombustíveis e a Nota de Eficiência Energético-Ambiental;
  • Unidades produtoras certificadas: instalação nacional ou estrangeira produtora de biocombustível autorizada pela ANP que tenha Certificado da Produção Eficiente de Biocombustíveis e esteja habilitada a solicitar a emissão de Crédito de Descarbonização;
  • Nota de eficiência Energético-Ambiental: valor atribuído no Certificado da Produção Eficiente de Biocombustíveis, individualmente, por emissor primário, que representa a diferença entre a intensidade de carbono do combustível fóssil substituto e a intensidade de carbono do biocombustível concorrente, estabelecida no processo de certificação;
  • Fração do volume de biocombustível elegível: fração do volume de biocombustível certificada que está apta a receber a Nota de Eficiência Energético-Ambiental;
  • Rota de produção: processo de produção de biocombustível a partir de uma ou mais matérias-primas.

Fonte: Redação TN Petróleo, Agência ANP

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: