GLESI HOFFMANN E PAULO BERNARDO VIRAM RÉUS NA LAVA JATO

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 27 de setembro de 2016

Numa semana que começou quente no meio político, com a prisão do ex-ministro Antonio Palocci, a terça-feira também trouxe suas emoções.

O Supremo Tribunal Federal aceitou uma denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (foto) e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, transformando os dois em réus na Operação Lava Jato.

O pedido foi aceito por unanimidade pela Segunda Turma do STF, composta por cinco ministros. A denúncia, que também atinge o empresário Ernesto Kugler, foi feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. As acusações são de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

De acordo com a PGR, Paulo Bernardo teria pedido R$ 1 milhão ao ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa. O valor seria usado na campanha de sua esposa na corrida por uma vaga ao Senado, em 2010.  O montante, segundo a PGR, foi entregue a um intermediário – o empresário Ernesto Kugler – por meio de remessas feitas por empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef contratadas pela Petrobrás.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: