Ex-presidente da OAS volta a ser preso pela Lava Jato, diz PF

FONTE G1 – Matéria publicada em 05 de setembro de 2016

Léo Pinheiro cumpre prisão domiciliar e foi preso nesta segunda-feira (5).
Ele também foi alvo de mandado de condução pela Operação Greenfield.

Adriana Justi e Dulcineia Novaes Do G1 PR e da RPC

O ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro, conhecido como Léo Pinheiro, foi preso em São Paulo pela Operação Lava Jato na manhã desta segunda-feira (5). Ele cumpre prisão domiciliar e também foi alvo, nesta segunda, de um mandado de condução coercitiva na Operação Greenfield, que investiga irregularidades nos principais fundos de pensão do país.

O empresário já tinha sido preso na 7ª fase da Lava Jato, em novembro de 2014, e atualmente cumpria prisão domiciliar. Ele já foi condenado pela Justiça Federal, em primeira instância, a 16 anos e quatro meses de prisão acusado de cometer os crimes de corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Pinheiro teve sua delação suspensa pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, após o vazamento de um trecho que estaria no conteúdo da colaboração envolvendo o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ele já tinha assinado um termo de confidencialidade, que é a fase ainda inicial da delação, mas ainda não havia firmado o acordo propriamente dito.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: