O IRÃ JÁ EXPORTA 3 MILHÕES DE BARRIS DE PETRÓLEO DEPOIS DA SUSPENÇÃO DAS SANÇÕES ECONÔMICAS

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 03 de abril de 2017

As exportações totais de petróleo e gás do Irã atingiram o recorde de 3 milhões de barris por dia, que está aumentando a sua produção para recuperar sua participação de mercado desde que as sanções econômicas lideradas pelos Estados Unidos e Europa foram levantadas no país em janeiro do ano passado.

O ritmo de crescimento da produção de petróleo bruto surpreenderam os observadores internacionais que não acreditavam que o Irã pudesse aumentar sua produção em 1 milhão de barris por dia dentro de ste prazo. As exportações de petróleo do Irã ficaram em torno de 1 milhão de barris por dia durante os anos em que o Ocidente intensificou as sanções à República Islâmica sobre seu programa nuclear.

O Ministro do Petróleo, Bijan Zangeneh, disse que conseguiram estabelecer  esta taxa como um direito da República Islâmica do Irã na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e trazer a participação do Irã para os níveis antes das sanções. Zangeneh também disse que uma série de projetos de desenvolvimento da South Pars, que foram implementados com US$ 20 bilhões de investimentos, ficarão operacionais ainda este ano.  O campo de South Pars no Golfo Pérsico contém cerca de 14 trilhões de metros cúbicos de gás, o que representa oito por cento das reservas conhecidas do mundo. É dividido em 24 fases no lado iraniano para o desenvolvimento.

No mês passado, um funcionário da National Iranian Oil Company (NIOC) disse que o Irã começou a produzir petróleo a partir da camada de petróleo que fica na mesma área do supergás do campo gigante Sul Pars. O país  agora está produzindo a partir de sete poços submarinos conectados a uma unidade flutuante de produção, armazenamento e descarregamento e tem uma meta de 35 mil barris por dia em sua primeira fase. A camada de petróleo South Pars é compartilhada com o Catar, onde é conhecido como Al Shaheen. A francesa Total está buscando uma participação de 50,1% no desenvolvimento de US $ 4 bilhões da South Pars Phase 11. A empresa firmou um acordo preliminar com o Irã no ano passado, mas está em conversações com Washington para finalizá-lo.As empresas internacionais têm sido cautelosas em suas negociações com o Irã, apesar do levantamento das sanções no início do ano passado por causa dos temores de serem colocadas na lista negra pelos EUA.

A Total tornou-se a primeira petrolífera ocidental a assinar um acordo energético com o Irã depois que a União Européia e os Estados Unidos se comprometeram a levantar as sanções contra a República Islâmica sob um acordo nuclear firmado em julho de 2015. A empresa ajudou o Irã a desenvolver as fases 2 e 3 da South Pars na década de 2000, antes de se retirar do país depois que as sanções ocidentais foram impostas em 2011.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: