Estudo da PwC prevê possível alta no preço do petróleo entre 2024 e 2030

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 24 de agosto de 2020

Um novo estudo desenvolvido pela PwC avalia que o choque da demanda de energia em 2020 será o maior dos últimos 70 anos.

Além disso, a pesquisa indica que a demanda global de energia deverá recuar 6% este ano, um tombo que é sete vezes maior na comparação com a crise financeira de 2009. As estimativas fazem parte do estudo “Futuro da Indústria de Óleo&Gás”.

Para o setor petrolífero, a PwC diz que a perspectiva é de que levará cerca de 4 anos para que a demanda global volte a 100 milhões de barris por dia (bpd). O estudo diz ainda que com menores investimentos em exploração e desenvolvimento e a desaceleração dos investimentos em fontes alternativas de energia, “uma menor oferta de energia nesses próximos anos poderia levar a um preço mais alto do petróleo entre 2024 e 2030, juntamente com a demanda elevada para 105 mbpd, à medida que consumidores, empresas e países busquem o menor custo de energia”.

O levantamento prevê que a transição energética foi em pausa, já que as economias em recessão vão buscar gastar menos e, consequentemente, vão investir em fontes de energia que, nesse cenário, tendem a um menor custo. “A tendência é de que cresça a participação das energias renováveis na matriz energética ao longo do tempo, mas não será um processo rápido, levará décadas para que o petróleo e o gás deixe de ter o peso que tem mundialmente”, disse o sócio da PwC Brasil, Jaime Andrade.

O especialista, no entanto, acrescenta que “em algumas regiões o ritmo da transição será mais acelerado, por escala ou por vocação natural por determinada fonte, mas é importante destacar que em muitos países essa transição será mais lenta por conta da pandemia”.

 

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: