Depois do Caribe, o furacão Laura cruza o Golfo do México em direção ao Texas e a Louisiana

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 26 de agosto de 2020

E lá vem o furacão Laura chegando e aumentando a sua força, causando medo pela destruição que pode proporcionar.

Os especialistas acreditam que o Laura se tornará um furacão de categoria 4, quando os ventos atingem uma velocidade mínima de 210 km/h, ainda nesta quarta (26), ficando extremamente perigoso antes de tocar o solo nesta noite, perto da fronteira dos estados do Texas e Louisiana, nos Estados Unidos. As Autoridades dos dois estados pedem que a população saia do caminho do fenômeno, tanto por causa da força do furacão quanto pelas tempestades que ele deve causar.

Mesmo quando Laura era apenas uma tempestade tropical a caminho do Caribe, matou ao menos nove pessoas. E com a Costa do Golfo dos Estados Unidos em alerta, os norte-americanos correm contra o tempo para se preparar.

A Cruz Vermelha norte-americana já acionou 700 membros na região, segundo o grupo. O apelo é para que a população da Costa do Golfo fique pronta, ouça o aviso das autoridades locais e deixe a área imediatamente, se isso for feito.

Depois de deixar destruição em Cuba, o furacão voltou para o mar por Puerto Esperanza e iniciou a viagem pelo Golfo do México.  O olho da tempestade é seguido por uma enorme massa de nuvens, o que sugere intensas chuvas. Laura deixou Cuba após causar a morte de pelo menos 24 pessoas no Haiti e na República Dominicana. As plataformas de petróleo no golfo estão em alerta. Sua passagem pelos Estados Unidos certamente influenciará o preço do petróleo.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: