Chevron deve encerrar suas operações na Venezuela neste ano

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 22 de abril de 2020

A petroleira americana Chevron será forçada a encerrar até o início de dezembro as suas operações na Venezuela, o que será mais um duro golpe na indústria petrolífera do regime de Nicolas Maduro.

O Departamento do Tesouro dos EUA divulgou que não permitirá mais que a companhia perfure poços, venda e compre petróleo ou derivados da Venezuela. Até mesmo o transporte do produto de origem venezuelana estará proibido.

A Chevron continuará cumprindo as leis e os regulamentos aplicáveis em relação às atividades que está autorizada a realizar na Venezuela“, afirmou a empresa em comunicado. “Continuamos comprometidos com a integridade de nossos ativos de joint venture, a segurança e o bem-estar de nossos funcionários e suas famílias, e com os programas sociais e humanitários da empresa durante esses tempos difíceis.

Hoje, a Venezuela representa apenas cerca de 1% da produção global de petróleo da Chevron. No entanto, o país ainda permanece sendo importante para a empresa, devido às vastas reservas inexploradas. A Chevron é a última petrolífera dos EUA com atividades na Venezuela. Exxon Mobil e ConocoPhillips, outras companhias do país, saíram do país há cerca de dez anos, quando o então presidente Hugo Chávez nacionalizou as empresas locais operadas por estes grupos.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: