Arábia Saudita e a Rússia tornaram-se os maiores fornecedores de petróleo para a China

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 23 de novembro de 2020

Quem é o maior fornecedor de petróleo para a China? 

A resposta dessa pergunta ainda está para ser respondida por sauditas e russos. A disputa está muito acirrada.  Os sauditas estão bem perto da Rússia, que exportou cerca de 1,7 milhão de bpd de petróleo para a China até agora, em 2020. O Iraque vem Iraque em terceiro lugar, com cerca de 1,2 milhão de bpd. A Arábia Saudita e a Rússia disputam acirradamente essa liderança para se tornar o principal fornecedor dos  chineses,  com os dois países aumentando suas exportações, apesar pandemia do  atingindo a demanda global este ano. A Arábia Saudita, que foi o principal fornecedor no ano passado, exportando 1,6 milhão de barris por dia (bpd) de petróleo bruto, bem perto da Rússia.

A China, o maior importador de petróleo do mundo, é um dos poucos países que aumentou as compras em 2020, já que os compradores aproveitaram ao máximo os preços baixos no início deste ano, enquanto a demanda por combustível se recuperou a partir do segundo trimestre junto com a economia em geral. A indústria do petróleo foi duramente atingida pelos estragos nas economias causados pelo Coronavírus, que afetou a atividade comercial e paralisou a indústria de viagens. O volume de petróleo saudita chegando à China em novembro deve atingir entre 2,13 milhões e 2,24 milhões de barris por dia, em comparação com um recorde de 2,1 milhões a 2,14 milhões de bpd em maio. O aumento ocorre depois que a Saudi Aramco cortou drasticamente os preços do petróleo para clientes asiáticos.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: