Agência Internacional de Energia diz que produção de petróleo americana deve cair menos do que se esperava

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 08 de julho de 2020

Orlando – Por Fabiana Rocha – A Agência Internacional de Energia está prevendo mudanças no mercado de petróleo dos Estados Unidos.

A agência acredita que produção de petróleo na América deve recuar em 600 mil barris por dia este ano.  A previsão da AIE é que ela caia para 11,63 milhões de bpd. A constatação é de que haverá um declínio menos do que os 670 mil bpd projetados anteriormente. A agência espera agora que o consumo de petróleo e outros combustíveis nos EUA tenha queda de 2,1 milhões de bpd neste ano, para 18,34 milhões de bpd, um recuo menor que o estimado anteriormente, de 2,4 milhões de bpd.

Os preços do petróleo mudaram de patamar e caíram neste ano após a pandemia de coronavírus afetar fortemente a demanda global pela commodities e restringir viagens em todo o mundo. A demanda começou a se recuperar com a flexibilização dos lockdowns e das medidas de isolamento social em alguns países. A AIE disse esperar que o consumo global de petróleo caia em 8,15 milhões de bpd em 2020, para 92,89 milhões de bpd. Antes, a agência projetava uma redução de 8,34 milhões de bpd.

Os maiores declínios no consumo de combustíveis nos Estados Unidos já ocorreram. Agora, os níveis de utilização devem aumentar ao longo do segundo semestre de 2020 e em 2021, segundo a expectativa da agência. Em 2021, a produção de petróleo americana deve recuar em 620 mil bpd, para uma média de 11,01 milhões de bpd, após cair abaixo de 11 milhões de bpd durante o segundo trimestre, segundo as projeções da AIE. A demanda por petróleo no país deve ter alta de 1,6 milhão de bpd no ano que vem, para 19,94 milhões de bpd, ante estimativa prévia de um aumento de 1,4 milhão de bpd.

A AIE disse esperar que o consumo global de petróleo caia em 8,15 milhões de bpd em 2020, para 92,89 milhões de bpd. Antes, a agência projetava uma redução de 8,34 milhões de bpd. Os maiores declínios no consumo de combustíveis nos EUA já ocorreram, e em geral os níveis de utilização devem aumentar ao longo do segundo semestre de 2020 e em 2021, afirmou a agência. Em 2021, a produção de petróleo dos EUA deve recuar em 620 mil bpd, para uma média de 11,01 milhões de bpd, após cair abaixo de 11 milhões de bpd durante o segundo trimestre, segundo as projeções da AIE. Já a demanda por petróleo no país deve ter alta de 1,6 milhão de bpd no ano que vem, para 19,94 milhões de bpd, ante estimativa prévia de um aumento de 1,4 milhão de bpd.

 

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: