Topside do novo FPSO do campo de Búzios será construído no estaleiro Brasfels

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 15 de julho de 2020

Uma boa notícia para a indústria naval do estado do Rio de Janeiro.

A japonesa Modec contratou o estaleiro BrasFELS, em Angra dos Reis, para construir os módulos do topside do navio-plataforma Almirante Barroso (Búzios V). As obras envolvendo a construção dos equipamentos e atividades de integração estão previstas para começar ainda neste trimestre.

Os trabalhos no canteiro do estaleiro devem ser concluídos entre outubro e dezembro do próximo ano. Com este novo contrato, a BrasFELS chega à marca de sete projetos envolvendo FPSOs da Modec.

No contexto do COVID-19, a Keppel O&M implementou medidas de segurança aprimoradas para garantir a segurança de nossa equipe e clientes, enquanto aproveita a tecnologia e a inovação para garantir que nossas operações possam continuar de maneira segura e eficiente”, disse o CEO da Keppel O&M (grupo proprietário do estaleiro BrasFELS), Chris Ong.

O FPSO Almirante Barroso será capaz de processar 150.000 barris de petróleo e 212 milhões de pés cúbicos de gás por dia, com uma capacidade de armazenamento mínima de 1,4 milhão de barris de petróleo. Será o quinto navio-plataforma do campo, que bateu novos recordes de produção nesta semana.

Além do contrato envolvendo o FPSO de Búzios, a Keppel anunciou um segundo contrato com a Modec para fabricar, completar e integrar os módulos de superfície e a estrutura de suporte de atracação de outro navio-plataforma da companhia japonesa. Neste caso, o nome da embarcação não foi revelado.  As obras serão realizadas no Keppel Shipyard, em Cingapura. Os dois contratos somados chegam a um valor de US$ 52,4 milhões.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: