Petrobrás pretende concluir venda de oito de suas refinarias até 2022

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 02 de dezembro de 2020

Um dos processos de desinvestimentos mais em evidência da Petrobrás, a venda das oito refinarias da estatal deve ser concluída totalmente até o primeiro semestre de 2022.

A previsão foi anunciada pela diretora executiva de refino e gás natural da companhia, Anelise Lara, durante um painel de debates na Rio Oil & Gas 2020.

De acordo com Anelise, a Petrobrás acredita mesmo que algumas das refinarias podem ser vendidas até o final do próximo ano. Por enquanto, o processo que está mais adiantado é o da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia. A expectativa é que a transação seja concluída até o mês de janeiro.

Enquanto isso, a companhia já tem em mãos as ofertas pelas refinarias Isaac Sabbá (Reman), no Amazonas, Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), no Ceará, e Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), no Paraná.

Nos próximos dias, devem chegar as ofertas para a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul, e para a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) no Paraná. Já a Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Minas Gerais, e a Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, só receberão propostas no primeiro trimestre do ano que vem.

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: