Petrobras contrata OSX para integração de dois navios-plataforma

A empresa do bilionário Eike Batista firmou contrato superior a US$ 900 milhões com a Tupi B.V., subsidiária da Petrobras, para integração de dois FPSOs (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência) –P-67 e P-70–, com opção de integrar uma terceira unidade, P-72 ou P-73.

O contrato será realizado pela OSX CN e a Mendes Júnior Trading e Engenharia S/A, com 49% e 51% da parceria, respectivamente, que farão uso do estaleiro da OSX para a realização dos trabalhos de integração.

Em comunicado, a OSX informou que os dois FPSOs compõem a frota de produção offshore a ser utilizada pela Petrobras e seus sócios para a produção de campos de petróleo e gás do pré-sal brasileiro, na Bacia de Santos.

As integrações contratadas, que incluem a construção de diversos módulos, têm prazo de entrega à Petrobras em 49 meses e 60 meses, respectivamente. A eventual contratação da integração do terceiro FPSO ocorrerá em até 18 meses da assinatura do contrato.

INTEGRAÇÃO ESPERADA

No final de julho, a OSX disse que esperava assinar contratos com a Petrobras para a construção de dois módulos para plataformas de produção da petroleira destinadas aos blocos BM-S-9 e BM-S-11, no pré-sal da Bacia de Santos.

A informação foi dada por Carlos Eduardo Bellot, presidente da OSX, durante teleconferência com analistas sobre os resultados da empresa no segundo trimestre de 2012.

 

Os comentários estão encerrados.

AllEscort