Petrobrás anuncia volta da jornada de oito horas e retoma outras despesas com funcionários

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 30 de junho de 2020

A semana começou com muitas novidades para os funcionários da Petrobrás.

Hoje, foi a vez da estatal anunciar a retomada da jornada diária de oito horas para os empregados que haviam migrado para a escala de seis horas. Além disso, a companhia também disse que vai retomar outras despesas com pessoal, como recolhimento de FGTS e pagamento de gratificação de férias.

A petroleira também vai voltar com os pagamentos de horas extras, conforme regramento do Banco de Horas do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020. Outra novidade é o retorno à normalidade da remuneração de membros do Conselho de Administração e de presidente, diretores, gerentes executivos, gerentes gerais, com o fim da retenção de 30% desse valor. Por fim, a remuneração de funções gratificadas também será paga integralmente e não haverá mais a retenção de 10% a 25%.

As horas extras realizadas nos meses de abril, maio e junho, bem como o percentual da remuneração dos empregados com função gratificada postergado durante esses mesmos meses, serão pagos em setembro. Já o pagamento da gratificação das férias de abril, maio e junho, inicialmente postergado para setembro, será antecipado para a folha do mês de julho/2020”, explicou a estatal, em nota.

A Petrobrás disse ainda que a quitação do pagamento do Programa de Prêmio por Performance (PPP 2019) será feita em dezembro de 2020. Mas manteve o cancelamento, neste ano, dos processos de avanço de nível e promoção para os empregados e de avanço de nível das funções gratificadas.

A companhia também afirmou que as alterações de Regime Especial para Regime Administrativo dos empregados que não estão atuando nas frentes operacionais permanecem até setembro. Essas medidas estão sendo reavaliadas mensalmente ou data anterior conforme o retorno ao trabalho operacional, respeitadas as decisões judiciais liminares que mantém o pagamento dos adicionais em algumas localidades. “Dessa forma, será mantida a redução do efetivo, visando diminuir a exposição e proteger a vida e a saúde dos empregados, bem como preservar a segurança operacional das atividades da companhia”, completou a companhia.

Ontem, a Petrobrás declarou que os funcionários e prestadores de serviços da empresa que já trabalham em home office vão continuar trabalhar de casa, pelo menos, até o fim do ano.

 

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: