Petrobrás anuncia a decisão do seu conselho: vender os 37,5% da BR Distribuidora, mesmo dando lucros

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 27 de agosto de 2020

Mesmo tendo um lucro líquido de quase 200 milhões no segundo trimestre de 2020, apesar de toda pandemia e a queda bruta do consumo de combustíveis, a Petrobrás vai abrir mão de uma empresa como a BR Distribuidora.

O Conselho de Administração da companhia aprovou a proposta de venda da integralidade de sua participação remanescente de 37,5% no capital social da Petrobras Distribuidora (BR), por meio de uma oferta pública secundária de ações. Ninguém sabe, no entanto, porque escolher para se vender uma empresa de sempre deu lucros. Isso será um mistério. E olha que esses 37,5% foi o que restou da administração Pedro Parente.

O momento de lançamento da oferta será definido posteriormente, e está sujeito, entre outros, às condições de mercado, à aprovação dos órgãos internos da Petrobrás, notadamente quanto ao preço, e à análise da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e demais órgãos reguladores e autorreguladores, nos termos da legislação aplicável. Em um comunicado, a Petrobrás diz que “A presente comunicação tem propósito meramente informativo, nos termos da legislação e da regulamentação em vigor e não deve ser considerada como anúncio de oferta no Brasil, nos Estados Unidos ou em qualquer outra jurisdição. Esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando a geração de valor para os seus acionistas.”

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: