OSX espera assinar contrato com Petrobras na próxima semana

A informação foi dada por Carlos Eduardo Bellot, presidente da OSX, durante teleconferência com analistas sobre os resultados da empresa no segundo trimestres de 2012.

Na semana passada, a Petrobras anunciou que, junto com seus parceiros – BG, Petrogal e Repsol – havia aprovado a assinatura de dez contratos, no valor total de US$ 4,5 bilhões, para construção e integração dos primeiros seis módulos de oito plataformas de produção destinadas ao pré-sal da Bacia de Santos.

“Temos a felicidade de constar no cadastro de fornecedores da Petrobras, que, sem dúvida, é o principal cliente da indústria do petróleo no Brasil”, disse Bellot.

Plataforma para OGX

A OSX adiou para o segundo trimestre de 2014 a previsão de entrega da plataforma fixa de produção de petróleo WHP-1 para a OGX, petroleira do mesmo grupo controlador. A previsão inicial de entrega da unidade era o terceiro trimestre de 2013.

“Houve uma mudança de lâmina d’agua demandada pela OGX. E isso implica em rever algumas coisas no projeto. Essa é a nova data da WHP-1”, disse o diretor financeiro e de relações com investidores da OSX, João Borges Neto.

De acordo com o executivo, a WHP-2 continua dentro do cronograma inicial, com entrega prevista para o quarto trimestre de 2013. Já as encomendas da WHP-3 e WHP-4 ainda aguardam especificações técnicas da OGX. “Não temos nenhuma preocupação com cronograma no momento”, salientou.

Sondas de perfuração

Bellot afirmou também que a companhia está negociando contratos para o fornecimento de sondas de perfuração. Ele, no entanto, não quis fornecer mais detalhes para não atrapalhar as negociações.

“Estamos negociando também sondas, mas infelizmente não podemos falar no momento. Pelo menos um contrato relativo a sondas está bastante avançado. Mas não temos nada firme a esse respeito”, contou o executivo.

Estaleiro no porto do Açu

O presidente da OSX afirmou ainda que a obra do estaleiro da companhia em construção no porto do Açu “continua no prazo”. Segundo ele, o primeiro lote do empreendimento ficará pronto no quarto trimestre deste ano.

“Nossa obra continua no prazo. Estamos prevendo a disponibilidade do lote 1 no cais no quatro trimestre deste ano. E gradualmente outras partes do estaleiro estarão disponíveis para construção de unidades offshore. A última etapa do estaleiro está prevista para o segundo trimestre de 2014, que é o dique seco”, disse o executivo.

No relatório trimestral da companhia, o início de operação da unidade de construção naval do porto do Açu está previsto para o primeiro trimestre de 2013.

Segundo Borges Neto, ainda não é possível saber o valor total do investimento no projeto, porque ainda estão sendo finalizados alguns contratos relativos ao empreendimento. “Os contratos estão em fase final de negociação comercial. Assim que terminarmos, poderemos dar o número fechado”, afirmou.

Os comentários estão encerrados.

AllEscort