Incêndio atinge armazéns de açúcar da Copersucar no Porto de Santos

FONTE: ESTADÃO

incendiosantos

Um navio que estava atracado na área próxima às chamas foi deslocado; incêncio ainda não está controlado

SÃO PAULO – Um incêndio no Porto de Santos, em São Paulo, atinge quatro armazéns arrendados pela Copersucar, a maior exportadora de açúcar e etanol do Brasil, na manhã desta sexta-feira, 18.

O fogo se iniciou por volta das 6 horas em três armazéns (20, 21 e 6), todos contíguos à avenida Eduardo Guinle. Por volta das 8h40, o incêndio se ampliou e atingiu um quarto galpão.

De acordo com informações dos bombeiros, as chamas atingiram os armazés da Coopersucar, onde estavam armazenadas cerca de 90 mil toneladas de açúcar para exportação.

Até o momento, as chamas ainda não estão controladas. Pelo menos três pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao Pronto-Socorro Central da cidade. Ainda não foi divulgado o estado de saúde das vítimas.

Pelo menos 15 viaturas e 32 bombeiros tentam controlar o fogo. De acordo com a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), além do Corpo de Bombeiros, atuam no incêndio a Guarda Portuária. Um navio que estava atracado na área próxima às chamas foi deslocado. A Codesp não sou informar se outros navios deixarão de operar até que as chamas sejam controladas.

A Copersucar informou que ainda não dimensionou a área afetada e que a prioridade, no momento, é o combate ao incêndio. Ninguém soube informar a origem do fogo, que começou logo após uma explosão no interior de um dos armazéns, localizado nas proximidades da Alfândega.

A fumaça escura procedente dos armazéns sinistrados era vista em boa parte da cidade, principalmente dos andares mais elevados dos edifícios da orla.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: