Graneleiro encalhado no Maranhão é preparado para ser afundado

FONTE PORTOS E NAVIOS – Matéria publicada em 08 de junho de 2020

Foto: Divulgação Marinha

Danilo Oliveira

A Polaris Shipping, proprietária e operadora do graneleiro Stellar Banner, manifestou a intenção de afundar o navio, que encalhou a 100 quilômetros da costa de São Luís (MA).

De acordo com a Marinha, a decisão foi apresentada pela empresa após a análise dos relatórios das inspeções estruturais realizadas por representantes da sociedade classificadora do navio, com apoio de mergulhadores contratados, e do encaminhamento de um documento oficial detalhando o cumprimento de requisitos, para aprovação pelas autoridades marítimas e ambientais. As análises apontaram que o graneleiro deve ser afundado em águas profundas, a cerca de 150 quilômetros da costa maranhense.

A Marinha informou que a equipe de salvatagem deu início à preparação do navio para o alijamento. Também começou a retirada de resíduos oleosos, de objetos flutuantes e de contaminantes a bordo do Stellar Banner. A organização ITOPF (International Tanker Owners Polution Federation), contratada pelo armador, acompanha as atividades para avaliar as boas práticas relacionadas às questões ambientais envolvidas no processo de alijamento.

O AHTS (manuseio de âncoras) Bear, o OSRV (recolhimento de óleo) Água Marinha, o OSV Normand Installer e o navio-patrulha Guanabara permanecem na cena de ação para monitorar o processo a fim de evitar eventuais impactos ambientais. A Marinha, por meio do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) e da Capitania dos Portos do Maranhão, fiscaliza as atividades, junto à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

 

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: