EEP adquire novos equipamentos para Estaleiro Inhaúma

FONTE: REVISTA GRANDES CONSTRUÇÕES

O aparelho poderá realizar cortes de chapas com espessura de até 60 mm, além de fazer cortes inclinados, facilitando a manufatura do aço

Fonte: Petro Notícias

O Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEP) comprou dois novos equipamentos para aumentar a produtividade na conversão de navios petroleiros do tipo VLCC em navios-plataforma FPSO, processo que é realizado no Estaleiro Inhaúma, localizado no estado do Rio de Janeiro.

O primeiro equipamento é uma maquina de oxicorte, que permitirá que sejam cortadas até 2.500 toneladas de aço carbono por mês. O modelo tem capacidade de cortar chapas de 3,5 metros de largura por 25 metros de comprimento, se deslocando a 35 metros por minuto. Os cortes são feitos com um controle automatizado que aumenta a precisão e diminui o risco de acidentes.

A segunda máquina será colocada em atividade no próximo mês. O equipamento terá uma velocidade ainda maior de corte e controle automático do processo. O aparelho poderá realizar cortes de chapas com espessura de até 60 mm, além de fazer cortes inclinados, facilitando a manufatura do aço.

O EEP é uma associação entre a Odebrecht Participações e Investimentos S.A., a OAS Investimentos S.A.,  a UTC Participações S.A. e a Kawasaki Heavy Industries Ltd. A empresa vai construir seis navios-sonda para operação no pré-sal, em lâminas d’água de 3 mil metros.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: