Carga conteinerizada fracionada, da DHL

FONTE: TECNOLOGISTICA

Com frequência semanal, o serviço reduziu o transit time de 42 para 30 dias

A DHL Global Forwarding lançou, neste mês de outubro, o serviço semanal LCL (Less-than-Container Load, carga conteinerizada fracionada) conectando diretamente o Porto de Nagoya, no Japão, ao Porto de Santos (SP), já sendo utilizado por empresas que atuam, por exemplo, nos segmentos automotivo e de equipamentos eletrônicos.

O serviço consiste em coletar os produtos nas fábricas japonesas, estufar os contêineres no centro de consolidação da DHL, em Nagoya, e enviá-los ao terminal marítimo para serem dispostos nos navios com destino ao terminal brasileiro. Anteriormente, as cargas LCL provenientes do Japão com destino ao Brasil eram coletadas nas fábricas e enviadas para o centro de consolidação da DHL em Hong Kong. No local, eram consolidadas e estufadas nos contêineres, o que gerava aumentava no transit time. Com o novo serviço, o tempo foi reduzido de 42 para 30 dias.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: