BRITISH PETROLEUM REGISTRA PREJUÍZO DE US$ 6,5 BILHÕES E PLANEJA CORTE DE SETE MIL VAGAS ATÉ 2017

FONTE: PETRONOTÍCIAS

1247.4

A crise do setor de óleo e gás afeta todos os membros da cadeia, pouco importando para o tamanho da empresa. Prova disso é o prejuízo de US$ 6,5 bilhões registrado no último ano pela British Petroleum, o maior em mais de 20 anos. Como efeito, a companhia anunciou que irá realizar cortes de pelo menos 7 mil vagas até 2017, cerca de 9% da sua força de trabalho.

Nem mesmo o ano de 2010, quando a BP teve de contabilizar as perdas do vazamento de petróleo no Golfo do México, teve números tão ruins para a companhia. Naquele ano, os custos incluíam infrações civis e criminais, além de custos de limpeza, que chegaram a cerca de US$ 55 bilhões.

O último trimestre de 2015 foi especialmente ruim para a britânica, que teve lucro de apenas US$ 196 milhões, bem abaixo das expectativas de mercado, que giravam em torno de US$ 730 milhões. Os resultados já tiveram impactos nas bolsas, com as ações recuando cerca de 8% em Londres, logo após o anúncio.

O movimento entre os grandes players do setor de óleo e gás parece ser uniforme, com a Chevron anunciando na última semana o seu primeiro prejuízo trimestral em 13 anos, ExxonMobil tendo queda de 58% nos lucros no último trimestre de 2015. A Shell ainda irá anunciar seus resultados, mas a expectativa é que os lucros registrem queda de quase metade.

Os comentários estão encerrados.

AllEscort