ANTONIO DOMINGUEZ ASSUME LIDERANÇA DE NOVA UNIDADE DA MAERSK COM OPERAÇÕES UNIDAS DA COSTA LESTE DA AMÉRICA DO SUL

FONTE PETRONOTÍCIAS

Skou

Um novo posicionamento da Maersk Line no Brasil.

Essa é a ideia com a união das equipes administrativas no Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai em um centro único para toda a região.  A mudança será liderada pelo novo diretor superintendente do cluster, o panamenho Antonio Dominguez.

“Nosso desafio é cortar custos sem reduzir nossa capacidade e isso só é possível trazendo maior eficiência para os clientes”, afirmou o executivo. Ele assume a função após sua passagem como diretor superintendente para Argentina, Uruguai e Paraguai, além de outros postos como diretor comercial para Clientes-Chave e diretor de Atendimento a Clientes.

Uma das maiores mudanças práticas se dará pela substituição de um dos serviços da Maersk Line pela compra de espaço em embarcações de outros armadores. A empresa pretende afirmou em nota que isso permitirá que mantenha sua capacidade para clientes na região. “A capacidade permanece a mesma, de modo que os clientes continuarão a obter o mesmo serviço ao qual estavam acostumados. Traremos maior eficiência à nossa operação”, disse Dominguez.

O anúncio foi feito junto aos lançamento dos resultados do último ano, em que a Maersk Line teve uma queda de 44% no seu balanço financeiro, fechando em US$ 1,3 bilhão. A empresa dedicou a queda à fraca demanda global e às baixas tarifas praticadas pelo mercado. A receita total da empresa foi de US$ 23,7 bilhões, 13% menor do que em 2014.

“2015 foi um ano desafiador. Entregamos um ótimo resultado no primeiro trimestre e ganhos sólidos na primeira metade do ano. Porém, a contínua desaceleração da demanda e a oferta excessiva impactaram na redução das tarifas do segundo trimestre em diante. No final de 2015, as taxas alcançaram os piores índices e nosso quarto trimestre foi negativo. À luz de nossas expectativas no começo do ano, foi um resultado menor do que satisfatório. Mas considerando o cenário global em 2015, ainda é  um resultado sólido”, disse o CEO da Maersk Line, Søren Skou (foto).

 

Os comentários estão encerrados.

AllEscort