ANP AUTORIZA OGPAR A RETOMAR PRODUÇÃO NO CAMPO DE TUBARÃO MARTELO

FONTE PETRONOTÍCIAS

Tubarao

Após a tempestade da crise, o momento pode ser de renovação para a OGpar.

Em decisão aprovada esta semana, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) autorizou a retomada de produção na área central do campo de Tubarão Martelo, localizado na Bacia de Campos, que teve suas operações interrompidas pela empresa em março para análises de viabilidade econômica. A entidade, no entanto, ordenou a suspensão de quaisquer atividades de desenvolvimento na região nordeste do campo até que seja aprovado um acordo de individualização entre OGX e PetroRio, relativo à jazida compartilhada com o campo de Polvo.

Com a nova decisão, a OGpar poderá retomar a produção ao longo das próximas semanas. A empresa emitiu uma solicitação à agência no último dia 29 para reiniciar as atividades na região, em decisão motivada pela elevação recente do preço do barril, que vem se mantendo em torno de US$ 45 na Bolsa de Nova York. No documento, elaborado junto à OGX, a companhia afirma que o “cenário mais favorável do mercado” permitirá a geração de caixa.

O campo de Tubarão Martelo apresentou uma queda de 15% em sua produção no mês de fevereiro, com um total de 240.849 barris. As dificuldades da empresa em operar a área de forma rentável vinham impactando o resultado do campo, que teve suas atividades paralisidas com o objetivo de permitir novas análises financeiras. À época, a companhia afirmou que iria “avaliar a melhor maneira de retomar a produção do referido campo, considerando a utilização de novas tecnologias e viabilidade econômica do ativo”.

 

Os comentários estão encerrados.

AllEscort