Ibovespa encosta em 114 mil pontos e segue para 5ª ganho semanal seguido

FONTE REUTERS – Matéria publicada em 04 de dezembro de 2020

Foto: Tela com cotações 25/07/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

By Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa engatava a quarta alta seguida nesta sexta-feira, quando deve acumular a quinta semana consecutiva de valorização, com a bolsa paulista embalada pelo otimismo sobre vacinas contra a Covid-19, além de fluxo positivo de estrangeiros.

Às 12:13, o Ibovespa subia 1,04%, a 113.455,05 pontos. Na máxima até o momento, chegou a 113.855,52 pontos. Na semana, o ganho alcança 2,6%.

O volume financeiro nesta sexta-feira somava 9,7 bilhões de reais.

Nem a criação de vagas de trabalho abaixo do esperado em novembro nos Estados Unidos minou o clima positivo, assim como o aumento de casos de Covid-19 naquele país, dadas as expectativas de mais estímulos fiscais.

Na visão do diretor de operações da Mirae Asset, Pablo Spyer, é a fé nas vacinas e em novos estímulos nos EUA o que continua dando suporte, bem como o sentimento de que o pior do choque econômico da pandemia pode ter ficado para trás.

Nesse cenário, que ainda contempla mais estímulos fiscais e monetários em todo o mundo, os mercados emergentes, como é o caso do Brasil, voltaram a ficar atraentes, observou

“A volta do estrangeiro à bolsa e a emissão bem-sucedida do Tesouro Nacional nesta semana mostram que o Brasil está definitivamente em um lugar de destaque no radar dos investidores”, afirmou.

DESTAQUES

  • CSN ON subia 8%, com o setor de mineração e siderurgia entre os destaques de alta, após algum ajuste na véspera, com VALE ON avançando 3%.

  • PETROBRAS PN valorizava-se 2%, com o petróleo em alta no exterior, além de anúncio de que recebeu propostas vinculantes da 3R Petroleum Óleo e Gás e da Eneva ENEV3.SA pelo polo de Urucu, localizado na Bacia do Solimões (AM).

  • ITAÚ ÚNIBANCO PN tinha elevação de 0,3%, com BRADESCO PN em alta de 0,1%.

  • COSAN ON perdia 3%, tendo de pano de fundo anúncio sobre relação de troca envolvendo incorporação da Cosan Log e da Cosan Limited no âmbito da reorganização societária do grupo.

  • NEOENERGA ON, que não está no Ibovespa, caía 5%, após a Bahia Geração de Energia, do grupo Neoenergia, vencer leilão pela distribuidora de energia CEB, que atua no Distrito Federal, com lance de 2,515 bilhões de reais.

  • DASA ON, também de fora do Ibovespa, disparava 33% após o grupo de saúde anunciar a compra do grupo hospitalar Leforte por 1,77 bilhão de reais, com agentes não descartando um ‘re-IPO’ do papel, que tem pouca liquidez.

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: