SUSPENSAS AÇÕES CONTRA A PETROBRÁS NA JUSTIÇA AMERICANA

PORTOS DO PARANÁ REDUZIRAM EM 32% CUSTO COM PESSOAL NOS ÚLTIMOS QUATRO ANOS
03/08/2016
Comissão quer mudar indicações para o STF
03/08/2016

SUSPENSAS AÇÕES CONTRA A PETROBRÁS NA JUSTIÇA AMERICANA

FONTE PETRONOTÍCIAS – 2 de agosto de 2016

A ação coletiva e as 27 ações individuais contra a Petrobrás na Corte Federal de Nova York foram suspensas nesta terça-feira (2) pela Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito.

Com isso, a empresa ganha mais tempo para se defender, já que o início do julgamento estava previsto para 19 de setembro.

O pedido de apelação feito pela Petrobrás questiona as classes de acionistas certificadas pelo juiz Jed Rakoff em fevereiro deste ano. O grupo está dividido em dois: acionistas que compraram ADRs (recibos de ações de empresas de fora dos EUA negociados na Bolsa de Nova York) entre janeiro de 2010 e julho de 2015; e acionistas que negociaram títulos de dívida emitidos em 2014 e no ano passado.

Os investidores americanos alegam que a empresa teria agido de má-fé nos esquemas corruptos revelados pela Operação Lava Jato. Por outro lado, a linha de defesa da Petrobrás tenta provar que a estatal foi tão vítima da corrupção quanto os investidores.

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com