Seul reforçará defesa após teste nuclear norte-coreano

Endividada, Petrobrás doa R$ 12 milhões para escolas de samba cariocas
13/02/2013
Estudo mapeia capacidade dos portos no País
13/02/2013

Seul reforçará defesa após teste nuclear norte-coreano

FONTE: FOLHA DE SÃO PAULO

A Coreia do Sul prometeu nesta quarta-feira acelerar a construção de um sistema integrado de defesa aérea e de mísseis para assegurar sua capacidade de resistir com eficácia “à ameaça” da Coreia do Norte, que ontem realizou um novo teste nuclear.

Após o teste atômico do país norte-coreano, o terceiro após os realizados em 2006 e 2009, o Ministério da Defesa comunicou através de seu porta-voz que mantém enviados mísseis de cruzeiro capazes de alcançar qualquer ponto da Coreia do Norte e que em breve revelará mais detalhes sobre o sistema.

A agência de notícias local Yonhap afirmou que a Força Naval sul-coreana instalou mísseis de cruzeiro ar-terra com alcance de 500 a mil quilômetros em seus navios e anunciou que completará seu envio nos próximos dois anos para poder situar em seu ponto de mira os arsenais nucleares e de mísseis do Norte.

Em outubro do ano passado a Coreia do Sul e os Estados Unidos chegaram a um acordo para permitir a Seul desenvolver mísseis balísticos de longo alcance e de maior capacidade, aptos para alcançar alvos em toda a península coreana.

Quanto aos mísseis de cruzeiro, a Coreia do Sul já anunciou o envio de um deles capaz de abranger todo o território norte-coreano em abril de 2012, depois que o país comunista lançou sem sucesso um foguete de longo alcance.

A Coreia do Norte realizou ontem um teste nuclear que foi considerado uma grave “provocação” tanto pela Coreia do Sul como pelos Estados Unidos, cujo presidente, Barack Obama, defendeu hoje reforçar a capacidade de mísseis da primeira potência mundial para enfrentar os avanços militares do regime comunista.

Os EUA mantêm cerca de 28.500 soldados na Coreia do Sul para defender a seu aliado de um eventual ataque da Coreia do Norte, já que as duas partes desse país dividido permanecem tecnicamente em conflito desde a Guerra da Coreia (1950-53).

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com