SETE BRASIL SÓ DEVE QUITAR PARTE DA DÍVIDA COM BANCOS APÓS 2029

PETROBRÁS DÁ INÍCIO A PROCESSO DE VENDA DE ATIVOS EM PERNAMBUCO
01/08/2016
Vagas offshore e onshore dia 01 de agosto de 2016
01/08/2016

SETE BRASIL SÓ DEVE QUITAR PARTE DA DÍVIDA COM BANCOS APÓS 2029

FONTE PETRONOTÍCIAS

Os bancos credores do Grupo Sete Brasil devem receber parte do dinheiro investido na empresa somente depois de 2029.

Atualmente, as cinco instituições financeiras que têm valores a receber da Sete estão participando das reuniões sobre a execução do plano de restruturação do grupo.

As negociações estão focadas agora no número de sondas que serão contratadas pela Petrobrás e o custo do aluguel de cada. As informações foram publicadas no jornal “O Globo”. Inicialmente, o acordo entre as empresas previa a contratação de 28 unidades. A Sete quer manter esse número, mas a Petrobrás deseja reduzir essa quantidade.

Somando os valores que tem de pagar ao Banco do Brasil, à Caixa Econômica Federal, ao Bradesco, ao Itaú BBA e ao Santander, a dívida da Sete só com essas instituições chega a R$ 10,1 bilhões. O BB é maior credor, totalizando R$ 3,6 bilhões. O total do débito da Sete chega a R$ 19,3 bilhões.

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com