Projeto desenvolverá produtos e protótipos para setor de petróleo

Queda de helicóptero no Mar do Norte deixa três desaparecidos
24/08/2013
Ártico acelera transporte marítimo da Ásia à Europa
24/08/2013

Projeto desenvolverá produtos e protótipos para setor de petróleo

FONTE: MCTI

Para atender à demanda do mercado brasileiro por protótipos e produtos voltados exclusivamente para a área de Petróleo e Gás, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCTI), a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) lançaram nesta sexta-feira (23), na capital fluminense, o projeto Fabricação Digital, com foco no desenvolvimento de produtos e protótipos para o setor de petróleo e gás. 

A iniciativa conta com investimento de R$ 10 milhões da Petrobras, proveniente da obrigatoriedade de 1% para investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Tem o objetivo de fortalecer a cadeia de fornecedores brasileiros de bens e serviços, desenvolver tecnologia nacional e permitir às indústrias a produção de protótipos e produtos em todos os tipos de tecnologias existentes atualmente, o que inclui sete técnicas de prototipagem e oito tipos diferentes de materiais, como titânio, alumínio, aço, náilon e outros plásticos de alta resistência.

A PUC-Rio e o INT, com seus laboratórios integrados, oferecerão os serviços tecnológicos. A Onip receberá as demandas e analisará a viabilidade dos projetos requisitados.

Na PUC, o Laboratório de Desenvolvimento de Protótipos reunirá cerca de 30 equipamentos, entre eles uma máquina operatriz vinda da Alemanha e uma impressora capaz de gerar em 3D protótipos de equipamentos de grandes dimensões, além de protótipos em metal. É a segunda a existir no país e a mais moderna entre elas. Por meio de suas áreas de engenharia e de design, a universidade também vai oferecer digitalização e modelagem de sólidos em 3D. Já no INT será possível a prototipagem em polímeros, que permitirá a fabricação de produtos finais.

De acordo com a Onip, o Brasil tem uma demanda reprimida de mais de 400 empresas na área de óleo e gás em busca deste tipo de solução unificada.

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com