PF: vazamento de óleo no RJ pode ter contaminado Duque de Caxias

Um Contraponto ao Vazamento de Óleo no Rio de Janeiro
30/11/2011
“Indústria naval brasileira pode se tornar a mais cara do mundo” * Enfrentando escassez de fornecedores nacionais, Petrobras e BNDES se unem para fazer com que empresas de bens de consumo e autopeças produzam para o pré-sal
30/11/2011

PF: vazamento de óleo no RJ pode ter contaminado Duque de Caxias

O problema ocorreu na Contecom, segundo Scliar, em Duque de Caxias – onde trabalhava o funcionário detido, a responsável técnica da empresa, de acordo com o deputado Dr. Aluízio (PV-RJ). Depois do vazamento, a Chevron recolheu parte do petróleo no mar e contratou a Brasco Logística Offshore para gerenciar esses resíduos a partir de sua base de operação na Ilha da Conceição, em Niterói. A Brasco, por sua vez, subcontratou – com a anuência da Chevron – a Contecom para transferir e acondicionar o óleo recolhido. Segundo a Brasco, “a Contecom é uma empresa autorizada pelo Inea como receptora de resíduo oleoso e aprovada pela Chevron”. O Inea é a autoridade de meio ambiente no Estado. Na noite de domingo, Scliar procurou o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, para pedir que técnicos do Inea acompanhassem uma diligência planejada pela PF na sede da Contecom. Ontem, durante a operação, os técnicos do Inea não encontraram nenhuma irregularidade. Segundo nota oficial da secretaria do Estado (SEA), as licenças da empresa para manusear resíduos industriais, a informação sobre a quantidade de resíduo transportada e a operação de separação do óleo não apresentavam falhas. A SEA esclareceu que também não houve vazamentos na operação de transporte ou armazenamento do óleo recolhido do mar. Mas o delegado Scliar contou que os agentes presentes na operação relataram problemas no manuseio do óleo e indícios de que havia uma infiltração do óleo na rede fluvial de Duque de Caxias, por conta de problemas na piscina de tratamento químico da Contecom. Agentes da PF passaram parte da tarde da segunda-feira na empresa e saíram de lá com um funcionário detido.

Terra

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com