Petrobrás teve comportamento subimperialista na Bolívia, diz Gilberto Carvalho

Lobão diz que Petrobrás deve ter lucro acima de R$ 20 bi em 2013
04/09/2013
QGEP, OGX e Barra têm plano aprovado para campo de Oliva
04/09/2013

Petrobrás teve comportamento subimperialista na Bolívia, diz Gilberto Carvalho

FONTE: ESTADÃO

Guilherme Waltenberg – Agência Estado

SÃO PAULO – O ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, defendeu nesta terça-feira, 3, que o Brasil tem que repensar seu modelo de desenvolvimento nacional e repensar as relações das empresas transnacionais brasileiras em outros países. Segundo ele, algumas empresas brasileiras, como a Petrobrás, reproduzem nos países vizinhos um comportamento impositivo que empresas de nações desenvolvidas teriam exercido no Brasil.

“Temos que ter a autocrítica de reconhecer, por exemplo, que a presença da Petrobrás na Bolívia era sim um modelo que dava corpo, dava razão, para aquilo que chamavam de comportamento subimperialista. O Brasil reproduz em relação ao seus vizinhos o mesmo comportamento que o grande imperialismo de primeiro mundo a nosso respeito”, avaliou. Em maio de 2006, o presidente Evo Morales anunciou a estatização do setor de hidrocarbonetos, que impactou diretamente a petroleira brasileira.

Na semana passada, a relação brasileira com os bolivianos viveu momentos de tensão com a fuga do senador boliviano Roger Pinto Molina, que estava asilado na embaixada brasileira em La Paz, mas o governo de Morales não emitiu salvo conduto para que ele viesse ao Brasil. Ele fugiu com ajuda de um diplomata brasileiro.

Segundo Carvalho, muitas dessas atitudes das empresas se dão em função da alta competitividade na hora de levar os negócios ao exterior. “A realidade não é simples em função da questão da competitividade”, ressaltou.

Ele defendeu, no entanto, que haja uma mudança nesse quesito. “Quem muitas vezes representa o Brasil nesses países, para além e com muito mais publicidade que a embaixada, são as empresas”, concluiu.

O ministro participou na manhã desta terça-feira, 3, da Conferência Ethos 2013, em São Paulo, e proferiu palestra com o tema ”Ampliando a competitividade do País por meio de suas empresas transnacionais”.

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com