OTIMISTAS COM MODERAÇÃO PARA 2018, EMPRESARIADO SAÚDA A EXTENSÃO DO REPETRO

PETROBRÁS ASSINA EMPRÉSTIMO DE US$ 5 BILHÕES E FORNECIMENTO DE PETRÓLEO COM CHINESES
05/12/2017
Justiça Federal interroga réus da Lava Jato no Rio
06/12/2017

OTIMISTAS COM MODERAÇÃO PARA 2018, EMPRESARIADO SAÚDA A EXTENSÃO DO REPETRO

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 05 de dezembro de 2017

No Projeto Perspectivas 2018 desta terça-feira (5) fomos duas importantes personalidades do mundo do setor de óleo e gás.

O futuro presidente da Abespetro e o atual Diretor de Óleo e Gás da Siemens, Claudio Makarovsky, engenheiro respeitado pelo mercado, que traz a sua opinião sobre como deverá ser o ano de 2018. Ouvimos também Márcio Cancelara, Presidente da Projectus. Tanto quanto ClaudioCancelara é uma  personalidade influente e atuante no mercado de óleo e gás brasileiro. Veja as suas opiniões: Primeiramente, Claudio Makavosky:

1- Como analisa os acontecimentos de 2017 em seu setor?

– ” Grandes avanços com as novas regras de Conteúdo Local, extensão do Repetro para 2040,  definição do vencedor para fabricação FPSO de Sépia, primeiro óleo dos Replicantes, sucesso nos novos leilões com novos entrantes e grandes players de volta , mas ainda com muito trabalho a ser realizado escorregando para 2018- MP975, Regulamentação do PEDEFOR, Gás para Crescer e inicio efetivo das atividades para despertar a cadeia e geração de empregos.”

2- Quais seriam as soluções para os problemas que o país atravessa?

– “Em ano eleitoral é difícil dizer,  mas os novos eleitos precisarão de coragem e comprometimento para criar mecanismos para desonerar investimentos, fazer a reforma tributária livrando o empresário de ser o fiel depositário das receitas do Governo . Tornar nossa indústria exportadora e o Pedefor será chave neste sentindo. E garantir demanda  para que a cadeia se planeje e torne-se efetivamente produtiva e competitiva.”

3- Quais as perspectivas para 2018? Pessimistas ou otimistas?

– ” Otimista com cautela,  pois o maior contratante, por força de lei para em Julho. Dependeremos da confiança das IOC´s em acelerar seus planos.”

O primeiro sinal da retomada dos negócios na área de engenharia é a movimentação das empresas de projetos, como a Projectus,  presidida por MárcioCancelara.

1- Como analisa os acontecimentos de 2017 em seu setor?

– “Mercado bastante restrito.  Investimentos muito prejudicados pelas circunstâncias políticas  de maior  dificuldade,  de aprovação das reformas. Percebe-se alguma reação neste último trimestre.”

2- Quais seriam as soluções para os problemas que o país atravessa?

– ” É necessário restaurar a confiança e reduzir a insegurança para os investimentos produtivos. A definição das candidaturas também poderá ou não impulsionar o mercado.”

3- Quais as perspectivas para 2018? Pessimistas ou otimistas?

– “Perspectivas otimistas, ao contrário do final de 2016. Nota-se um aumento dos convites parra apresentação de propostas na área de Projetos que é a primeira a reagir.”

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com