OP Lineup, desenvolvido pela Openport em parceria com a Tecmaran

Grécia mobiliza marinheiros para evitar desabastecimento de ilhas
07/02/2013
Georadar recebe aporte de capital do fundo Óleo e Gás FIP
07/02/2013

OP Lineup, desenvolvido pela Openport em parceria com a Tecmaran

FONTE: TECNOLOGISTICA ONLINE

Empresas desenvolveram solução que gerencia os navios que aguardam na fila de atracação, otimizando a capacidade dos portos e reduzindo custos

A Openport, empresa que atua no desenvolvimento de soluções de gerenciamento das operações portuárias, desenvolveu em parceria com a Tecmaran, empresa especializada em soluções para o gerenciamento de sistemas de produção de bens e serviços, uma solução para o gerenciamento de embarcações que aguardam em fila para a atracação, o OP Lineup.

A ferramenta otimiza o uso da capacidade de atendimento dos portos e reduz os gastos com multas por atraso no atendimento dos navios programados. O aplicativo possui interface gráfica e intuitiva, permitindo simular a programação de atendimento do conjunto de navios com previsão de atracação, utilizando como referência parâmetros técnicos, operacionais e econômicos.

O OP Lineup utiliza-se de funcionalidades e recursos do software Preactor, de programação da produção em capacidade finita, configurado para este tipo de aplicação e customizável para atender às particularidades de cada porto. A solução pode operar, também, de forma independente, abastecida por planilhas, ou integrada ao módulo de programação de navios de qualquer sistema de gerenciamento de operações portuárias.

O aplicativo permite, ainda, gerar alternativas de programação de atracação e operação de navios, respeitando a capacidade operacional dos recursos e equipamentos, considerando as políticas, diretrizes e propriedades de atendimento, bem como as regras de negócio que proporcionem elevados padrões de operação e gerem melhores resultados.

Outra possibilidade de aplicação do OP Lineup é a simulação de cenários de atendimento para subsidiar tomadas de decisão sobre a operação do terminal a curto, médio e longo prazos. As simulações de programação são feitas tendo em conta as variáveis e restrições relacionadas ao terminal e aos navios envolvidos na operação, tais como: tamanho e especialidade do berço, calado da embarcação, capacidade dos equipamentos de carga e descarga, padrões de atendimento a navios militares, situações de emergência, normas de permanência dos navios no porto, além de informações como ETA/NOR, tempos de manobras, lay day, turn time, prancha, multa/prêmio e custos operacionais.

 

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com