Navio Celso Furtado atraca em Fortaleza

Chevron define orçamento de US$ 32,7 bi para 2012, alta de 17%
09/12/2011
Eike pode voltar a mercado de dívida após OGX bater concorrentes
09/12/2011

Navio Celso Furtado atraca em Fortaleza

Assim, é a promessa que em parte foi cumprida pelo Programa de Expansão e Modernização da Frota da Transpetro (Promef) com a inauguração do primeiro navio, o Celso Furtado.

A embarcação atracou ontem (7) no Porto do Mucuripe e descarregou 10 milhões de litros de diesel e nove milhões de litros de gasolina. Celso Furtado iniciou operação no Rio de Janeiro no último dia 25 e teve um investimento de R$ 174 milhões.

Além dele, outros 48 navios vão fazer parte da nova frota da Petrobras Transporte S.A (Transpetro) e a soma total de investimentos é de R$ 9,6 bilhões. De acordo com o presidente em exercício da Transpetro, Agenor Junqueira, 74% de conteúdo da construção do navio é nacional e marca a revitalização da indústria naval brasileira.

Sem detalhar o impacto de produção de combustíveis, Agenor Junqueira diz que cada navio é construído com maior produtividade e menor tempo de construção. O primeiro navio tem capacidade para transportar 56 milhões de litros de combustíveis, enquanto haverá outro com capacidade para 170 mil toneladas, exemplifica.

“Assim a indústria se torna competitiva e chegamos a patamares internacionais”. E conforme informações repassadas pela assessoria de imprensa, o Brasil ocupa atualmente a quarta maior carteira de encomendas de petroleiros no mundo.

A construção do estaleiro do Ceará deve ser no município de Paracuru e terá o nome de “Happy Peixe”.

Sobre o encaminhamento do estaleiro, Junqueira apenas diz que a Transpetro realizou os estudos de viabilidade física e instalação e os entregou ao governador Cid Gomes.

Encaminhamento

“Cabe agora o estado decidir onde será instalado e a empresa que instalar aqui está apta a participar das nossas futuras licitações dos novos navios”, comenta Junqueira.

Questionado também sobre a possibilidade da construção depois de tanta polêmica, ele economiza palavras e diz apenas que cumpre as demandas dos estudos e as empresas é que fazem a construção.

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com