Marinha de guerra defende recursos energéticos no Sul do Mar da China

Petrobrás e MAN firmam parceria para desenvolver combustíveis
15/12/2011
Câmara dos EUA amplia sanções ao Irã, Coreia do Norte e Síria
15/12/2011

Marinha de guerra defende recursos energéticos no Sul do Mar da China

Há anos o governo de Beijing divulgou a existência de gigantescas jazidas de petróleo e gás natural no sul do Mar da China, onde existem reservas confirmadas de petróleo atingindo 1,2 quilômetro cúbico de petróleo, isto é, 7,7 bilhões de barris. Já as jazidas de gás natural superam os 7.500 quilômetros cúbicos. Ainda, a região sul do Mar da China inclui imensa riqueza de pesca, enquanto, a região é uma gigantesca encruzilhada de inúmeras rotas marítimas de grande importância.

 

Guerra de interesses

A China defende seu predomínio sobre o Mar da China e garante que este lhe pertence, enquanto os EUA, junto com outros supostos disputantes da região, sustentam que “estão defendendo seus interesses comerciais, intimamente ligados com o sul do Mar da China”.

Parcelas da região são reivindicadas por Filipinas, Vietnã, Brunei, Malásia e Taiwan países, obviamente interessados em dividir as ricas reservas energéticas submarinas. E considerando o fator energia, frequentemente surgem navegando na região navios de guerra dos EUA, Filipinas, Japão e Coréia do Sul, todos sinalizando advertências ao governo de Beijing.

A China, por sua vez, realiza sistematicamente exercícios e patrulhas aeronavais na região, preparando sua reação contra à crescente tensão, a ponto de o presidente da China, Hu Jintao, ter convocado os líderes militares para tornarem “pronta para a guerra” a frota da marinha de guerra do país e, capaz para responder contra qualquer provocação.

Anotem que a região do sul do Mar da China já foi campo de operações de guerra, também, no passado, quando, em 1974, China e Vietnã entraram em choque por causa da soberania das ilhas Paracel, enquanto novamente China e Vietnã entraram antes em choque (em 1988) por causa do arquipélago Spartli. O conflito terminou com vitória da China.

MONITOR MERCANTIL

 

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com