Grã-Bretanha chama embaixador uruguaio para exigir explicações

BP compra ativos de combustível de aviação da Raízen
19/12/2011
Boeing e FedEx anunciam pedido para Cargueiro 767 e 777
19/12/2011

Grã-Bretanha chama embaixador uruguaio para exigir explicações

Em comunicado divulgado ontem pela Embaixada britânica na capital uruguaia, o Ministério das Relações Exteriores britânico manifestou que “a decisão do Uruguai é potencialmente muito inquietante. Convocamos o embaixador uruguaio esta tarde para lhe expressar nossa grande preocupação e para pedir esclarecimentos”.

“Estamos considerando cuidadosamente nossos próximos passos”, acrescentou a nota da diplomacia britânica, que analisa a possibilidade de chamar para consultas em Londres seu embaixador em Montevidéu, Patrick Mullee.

A informação foi divulgada pelo jornal uruguaio El País, citando como fontes empresários que mantiveram contato com representantes do governo britânico.

O governo da Espanha também está analisando a possibilidade de chamar o embaixador uruguaio em Madri, Carlos Pita, para lhe solicitar explicações sobre a proibição, uma vez que 18 barcos espanhois usam a bandeira das Ilhas Malvinas para realizar suas operações e também utilizam o porto de Montevidéu.

Nesta semana, Mujica ordenou que se impedisse que barcos com a bandeira do arquipélago atracassem no porto da capital de seu país e instruiu as autoridades portuárias que realizassem um levantamento sobre a operação destas embarcações.

O mandatário argumentou que “existe uma definição política para que não se permita a entrada em portos uruguaios de navios que utilizam a bandeira das Ilhas Malvinas, cuja soberania é reclamada pela Argentina, com o apoio do Uruguai”.  UOL noticias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com