Geonavegação assina contrato para barcos de apoio para a Petrobras

Estados Unidos aumentam sua presença naval na região do Golfo
31/08/2013
ANP assina contratos da 11ª rodada com 20 empresas, inclusive OGX
31/08/2013

Geonavegação assina contrato para barcos de apoio para a Petrobras

FONTE: PORTAL NAVAL

A Geonavegação, uma subsidiária integral do Grupo Georadar, assinou contrato com a Petrobras para a construção de cinco embarcações de apoio marítimo e mergulho. Elas irão atuar em toda costa brasileira, nas áreas em que a Petrobras for concessionária. A soma do investimento das cinco embarcações ultrapassa R$ 340 milhões.

Por um período de oito anos, com possibilidade de renovação por mais oito, a Geonavegação irá afretar para a Petrobras três embarcações de apoio às plataformas de produção e exploração. Segundo o diretor da Geonavegação, Luiz Rala, serão dois Oil Spill Recovery Vessels (OSRV), utilizados no combate ao derramamento de óleo, com capacidade de armazenagem de 1.080 m³ de óleo, e um Platform Supply Vessel (PSV) – de porte bruto de 5 mil toneladas, que atuará como carga geral.  As três embarcações, que têm prazo de entrega até 2016, serão construídas no estaleiro Wilson Sons, no Guarujá (SP).

Já as outras duas embarcações de apoio a operação de mergulho raso, denominadas Diving Support Vessels (DSV), serão construídas no estaleiro Inace (Indústria Naval do Ceará), em Fortaleza (CE), e, em conjunto com a Belov, realizará intervenção submarina com mergulho raso e Remote Operated Vehicle (ROV).

Equipadas com sistemas de posicionamento dinâmico classe 2, propulsão em hidrojato, sistema hidro-acústico  e com capacidade para acomodar até 35 pessoas, as embarcações DSV serão construídas em padrão confort class, tecnologia que o estaleiro Inace domina na construção de iates. Com a perspectiva de ser entregue até junho de 2014, as embarcações irão operar em toda costa brasileira por um período de três anos, podendo ser renovada pelo mesmo período.

Desde 2011, a Geonavegação possui aproximadamente R$ 1 bilhão em linhas de financiamento do Fundo da Marinha Mercante (FMM) para construção de embarcações de apoio marítimo às atividades de petróleo e gás. O repasse será feito através de uma sindicalização orquestrada pelo Banco do Brasil. Atualmente, a empresa possui cinco embarcações, entre próprias e gerenciadas, e pretende, nos próximos dois anos, ampliar a frota para dez.

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com