Eike não vai injetar o US$ 1 bi exigido pela diretoria da OGX

OGX confirma saída do conselheiro Aziz Ben Ammar
07/09/2013
“Injeção de US$ 1 bilhão na OGX não é a salvação”
07/09/2013

Eike não vai injetar o US$ 1 bi exigido pela diretoria da OGX

FONTE: GOIASNET

O empresário Eike Batista não vai aportar US$ 1 bilhão com a subscrição de novas ações no capital da sua empresa de petróleo OGX, garantiu uma fonte próxima às negociações. A diretoria da OGX exerceu nesta sexta-feira a opção que possuía em relação ao controlador, para que Eike subscrevesse novas ações da petroleira, no valor total de US$ 1 bilhão.

A decisão foi comunicada nesta sexta-feira em Fato Relevante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Esta garantia, chamada de “put”, prevê o desembolso imediato pelo empresário de US$ 100 milhões. O documento informa que a decisão da diretoria foi por unanimidade. Com a notícia, as ações ordinárias da OGX abriram com alta superior a 30% nesta sexta-feira.

Por meio da “put”, que é uma espécie de garantia, a OGX obriga Eike a adquirir novos papéis da empresa ao preço de R$ 6,30 por ação, até o máximo de US$ 1 bilhão. Na quinta, as ações da OGX fecharam cotadas a R$ 0,41. O compromisso de injetar US$ 1 bilhão foi firmado por Eike em otubro de 2012.

— Mas a decisão da diretoria da empresa de exigir que o controlador Eike Batista injete até US$ 1 bilhão na empresa não significa que ele honrará esse compromisso — alertou Ivan Kraiser, diretor de renda variável da Legan Asset.

Uma dúvida que paira no mercado é se ele tem esses recursos para aplicar na OGX. Recentemente, Eike deixou o ranking de bilionários elaborado pela revista Forbes. Segundo a publicação, a avaliação mais otimista indica que o empresário possui “menos de US$ 900 milhões”. Recentemente, Eike vendeu ações da OGX e da OSX, mas, segundo ele, usaria o dinheiro para pagar credores.

No fato relevante, a OGX informa que o aporte de capital vai depender das necessidades adicionais de caixa. Quem determinará o valor a ser injetado será a administração, diz o texto. O desembolso imediato será de US$ 100 milhões.

O comunicado informa ainda que a diretoria da OGX, além de exercer sua opção, pedirá em reunião do conselho a convocação de uma assembleia geral extraordinária para que os acionistas possam decidir sobre o aumento de capital imediato de US$ 100 milhões.

Credit Suisse recomenda venda das ações

Em relatório, os analistas do Credit Suisse Vinicius Canheu e Andre Sobreira avaliam que a medida significa ganho de tempo para a OGX negociar a reestruturação de sua dívida com credores e a Petronas. Os analistas seguem, no entanto, recomendando a venda das ações. Nesse contexto, a injeção de US$ 100 milhões pelo empresário imediatamente seria relevante, já que representa 18% do valor de mercado da companhia, de US$ 560 milhões.

“Fundamentalmente, a dívida de US$ 3,6 bilhões (da OGX) é maior do que o valor dos ativos da empresa, o que, em teoria, deixa zero de valor restante para a ação. E isso não mudou com o anúncio. No consideramos que, se a restruturação acontecer, existem cenários nos quais a ação poderia fundamentalmente valor de R$ 0,15 a R$ 0,20, dependendo do poder de negociação dos dirigentes da companhia com seus creditores”, escreveram os analistas.

Os analistas veem três cenários para a OGX: “simples liquidação da empresa”, a conversão de dívidas em ações (os credores de títulos da empresa ficaram com 89% das ações) ou o pagamento de US$ 300 milhões em dívidas e o restante convertido nos papéis da companhia.

Leia a íntegra do Fato Relevante:

“Rio de Janeiro, 6 de agosto de 2013 – A OGX Petróleo e Gás Participações S.A. (“OGX”), comunica ao mercado que a Diretoria da Companhia, por decisão unânime, exerceu opção em face de seu acionista controlador, Sr. Eike Fuhrken Batista, conforme Instrumento Particular de Outorga de Opção de Subscrição de Ações e Outras Avenças, celebrado em 24 de outubro de 2012 e divulgado ao mercado naquela mesma data, para que venha a subscrever novas ações ordinárias de emissão da Companhia, ao preço de exercício de R$ 6,30 (seis reais e trinta centavos) por ação, no valor equivalente a US$1.000.000.000,00 (hum bilhão de dólares dos Estados Unidos da América) (“Put” ou “Opção”), com o imediato desembolso de US$ 100.000.000,00 (cem milhões de dólares dos Estados Unidos da América) e o saldo de forma modulada diante da necessidade de caixa adicional pela Companhia, conforme determinação de sua administração.

A Diretoria proporá uma reunião extraordinária do Conselho de Administração para a convocação de Assembleia Geral destinada a aprovar o imediato aumento de capital social no valor de US$ 100.000.000,00 (cem milhões de dólares dos Estados Unidos da América).” O Globo

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com