DESEMPREGO CONTINUA EM PATAMAR RECORDE E ATINGE 14 MILHÕES DE PESSOAS

Petrobras elimina quase 200 mil vagas em três anos
31/05/2017
Comércio exterior do Brasil só deve se recuperar em 2020, aponta relatório da Maersk
31/05/2017

DESEMPREGO CONTINUA EM PATAMAR RECORDE E ATINGE 14 MILHÕES DE PESSOAS

FONTE PETRONOTÍCIAS – Matéria publicada em 31 de maio de 2017

A crise econômica ainda não deu trégua ao País e a taxa de desemprego continua em patamar recorde, de 13,6% no trimestre encerrado em abril, atingindo 14 milhões de pessoas, segundo o IBGE, que classifica os números como o pior cenário para este trimestre desde que a série histórica da pesquisa foi iniciada, em 2012.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve um aumento do número de desempregados em 2,6 milhões de pessoas. Já em relação ao trimestre encerrado em janeiro, a alta do desemprego atingiu 1,1 milhão de pessoas a mais.

O governo de Michel Temer, que agora segue em fim de linha com as últimas denúncias apresentadas pelo empresário Joesley Batista, da JBS, continua tentando se ancorar na recuperação da economia nacional, mas os números mostram que mesmo com o avanço das reformas a realidade ainda está longe da retomada.

Esse cenário pode ficar ainda mais nebuloso no futuro se o governo continuar insistindo em quebrar o conteúdo local, que poderia ser aproveitado como uma das formas de recuperar empregos e fortalecer a indústria nacional.

A situação é dura e a indústria de óleo e gás é uma das que mais sofre com a crise, mas os líderes que poderiam indicar um futuro menos amargo para o setor têm virado as costas para o País. Ministério de Minas e Energia e Petrobrás – influenciados pelo IBP – se alinharam contra a política de conteúdo local, e até agora adotaram a postura de priorizar os empregos na China e em outros países asiáticos, para onde devem ser enviadas as construções dos próximos navios-plataforma a serem utilizados no Brasil. Um último respiro pode surgir com a decisão sobre o pedido de waiver (perdão pelo descumprimento) em Libra, mas a resposta está nas mãos da ANP, que ainda não deu uma data para divulgar sua decisão.

 

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com