Codesa faz acordo com o Porto de Ghent

Cosan quer inaugurar teto para navios em Santos até abril de 2014
29/01/2013
Jato F-16 dos EUA baseado na Itália por ter caído no Mar Adriático
29/01/2013

Codesa faz acordo com o Porto de Ghent

FONTE: PORTAL NAVAL

Um acordo de cooperação entre o Porto de Vitória e o porto belga de Ghent pode ser firmado em breve. O anúncio foi feito na quinta-feira (24), após visita da delegação belga à Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa). O Embaixador da Bélgica no Brasil, Johan Ballegeer, e o diretor-geral do Porto de Ghent, Daan Schalck, integraram a comitiva. O presidente Clovis Lascosque, diretores, superintendente e coordenadores da Codesa apresentaram as potencialidades do Complexo Portuário capixaba aos visitantes.

O encontro aconteceu no auditório da Codesa e contou com a participação de vários operadores portuários no estado. Na oportunidade, os visitantes assistiram ao vídeo institucional da companhia e apresentaram a infraestrutura, o volume de cargas e os investimentos que o porto belga recebe anualmente.

Daan Schalck considera a diversificação de cargas fundamental para o crescimento do porto de Ghent. “Outro fator estratégico para o crescimento do porto é a construção de uma nova eclusa para permitir o acesso de navios maiores ao porto, projeto previsto para estar pronto só em 2020. Ghent também conta com uma área de 400 hectares para o desenvolvimento de projetos industriais e logísticos”, explicou o diretor-geral.

Segundo Lascosque, a possibilidade de um acordo operacional vem de um protocolo de intenções anunciado pelos representantes da delegação belga. “A relação do Porto de Vitória com o porto de Ghent está se estreitando. O porto belga é um dos melhores do mundo em operações portuárias, temos muito que aprender com ele, mas também temos muito a oferecer. Afinal, somos o primeiro Complexo Portuário da América Latina”, ressaltou o presidente.

Para o superintendente geral, Eduardo Prata, o objetivo da visita dos belgas foi o de conhecer a realidade econômica do Espírito Santo e as possibilidades de negócios na área de infraestrutura e gestão. “O que eu posso dizer, com certeza, é que eles saíram muito satisfeitos com as oportunidades apresentadas”, falou o superintendente.

Ainda pela manhã, a delegação belga fez um passeio de escuna pela baía de Vitória. À tarde, a secretária executiva na Associação das Empresas Permissionárias de Regime Aduaneiro do Estado do Espírito Santo (APRA), Márcia Murad, apresentou, aos visitantes, as instalações das EADIS – Estação Aduaneira do Interior.

Dois engenheiros, integrantes da comitiva belga, o secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de Vila Velha, Alberto Pego e o superintendente da Codesa, saíram de barco do cais de Vitória e subiram o Rio Santa Maria de Vitória até os Portos Seco (Tegma, Terca e Silotec). O objetivo da missão foi verificar a viabilidade técnica e ambiental da retomada da navegação nesse rio.

O intercâmbio entre Codesa e o Porto de Ghent foi realizado por Grace Keli de Aguilar Gomes, diretora da Belofloripa BVBA. O encontro contou também com a presença de secretários municipais e do coordenador do curso de Petróleo e Gás da Universidade de Vila Velha, José Mária Nicolau.

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com