BP lutará contra multa por vazamento no Golfo do México

Tridimensional Engenharia e a britânica DPS selam parceria
19/02/2013
MPX diz sempre buscar “negócios e arranjos societários”
19/02/2013

BP lutará contra multa por vazamento no Golfo do México

FONTE: O ESTADÃO

LONDRES – A BP informou que se defenderá vigorosamente no tribunal na próxima semana contra a multa exigida pelo governo dos EUA em decorrência do vazamento de petróleo ocorrido na plataforma Deepwater Horizon, no Golfo do México, em 2010. A petroleira britânica descreve as reivindicações norte-americanas como “excessivas e não baseadas na realidade”.

Segundo a empresa, a estimativa do governo dos EUA de que 4,9 milhões de barris de petróleo vazaram durante o incidente é pelo menos 20% maior do que a realidade e inclui outros 810 mil barris de petróleo que a BP capturou do poço danificado – que, portanto, nunca tiveram contato com o mar.

“A BP acredita que o número de 3,1 milhões de barris deveria ser o limite máximo de barris usados para o cálculo da penalidade na Lei de Limpeza das Águas”, afirmou a companhia em um comunicado. “O Departamento de Justiça dos EUA indicou que concorda com a posição da BP com relação a essa questão”, acrescentou.

A empresa disse também que espera receber uma multa menor do que o máximo determinado pela Lei de Limpeza das Águas, de US$ 1,1 mil por barril vazado, ou US$ 4,3 mil por barril se ficar comprovado que a BP foi totalmente negligente em suas ações antes do vazamento. “Nós acreditamos firmemente que não fomos negligentes”, afirmou a companhia. As informações são da Dow Jones.

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com